fbpx
Notícias

Arquitetos adotam home office como medida de prevenção ao coronavírus

Semana de rearranjos organizacionais. Muitos escritórios de arquitetura, assim como empresas de diversos outros setores, estão revendo procedimentos e adotando o sistema home office como medida de prevenção ao coronavírus. A redução do convívio social é uma das principais recomendações das autoridades de saúde para conter a disseminação, já que o vírus é de transmissão respiratória. A tecnologia ganha força como principal aliada.

Dentre os maiores escritórios de arquitetura de Santa Catarina, o Marchetti Bonetti + e o ARK7 Arquitetos, ambos de Florianópolis, decidiram adotar o sistema de home office a partir desta semana. “Hoje ainda estamos em um sistema híbrido em função do compartilhamento de computadores porque estão todos realizando acesso remoto e os softwares são bem complexos e pesados”, explica o arquiteto Giovani Bonetti, sócio-diretor dos dois escritórios. Segundo ele, as reuniões com clientes e fornecedores já estão sendo feitas via Skype e a equipe já está trabalhando em casa. “Entre nós e a equipe a ideia é até hoje as reuniões serem presenciais e, a partir de amanhã, dia 18, somente remotamente. Na Marchetti Bonetti + a secretária ficará de plantão e o administrativo-financeiro passará uma parte do dia no escritório. Todos os outros trabalharão em casa”, detalha. No total, as equipes somam 45 pessoas.

 

A arquiteta Juliana Pippi, também da capital catarinense, também adotou o home office para toda a equipe. “Achamos prudente adotarmos esse sistema. Eu acabei de voltar de uma viagem a São Paulo, da Revestir, e mais duas meninas da equipe”, afirma. Segundo ela, as arquitetas da equipe levarão os computadores para casa, para trabalharem em seus arquivos e as reuniões com clientes e fornecedores, para orçamentos, já estão sendo feitas via Skype. “É vida que segue virtualmente, ajudando a conter o vírus em solidariedade a todo mundo. É mais uma prevenção e precaução. Vamos aproveitar toda essa tecnologia que a gente a nossa disposição”, reforça Juliana.

“É vida que segue virtualmente, ajudando a conter o vírus em solidariedade a todo mundo” – Arq. Juliana Pippi

 

A ATO 9  Arquitetura está valendo-se de toda a tecnologia que já costuma utilizar no desenvolvimento dos projetos nesse momento. “Estamos com toda a equipe trabalhando em home office. É a opção mais sensata neste momento. Desta forma não ficamos com o andamento dos trabalhos atrasados e seguimos unidos pela ferramenta BIM trabalhando juntos em locais diferentes. Além disso, estamos todos on-line nos grupos de WhatsApp e demais softwares de comunicação”, explica o arquiteto Ronaldo Martins, um dos titulares do escritório.

Ronaldo explica que o acesso remoto da equipe acontece por meio da tecnologia VPN (Virtual Private Network), que oferece um canal de comunicação privado entre dois computadores. Assim, os colaboradores conseguem acessar, de casa, o computador que utilizam no escritório, onde estão as licenças e softwares instalados. “Assim, o colaborador consegue acessar a nossa rede e o nosso servidor com todos os modelos BIM. Ele consegue acessar todo o nosso material de casa usando esse outro caminho, que é possível”, complementa.

 

 

O escritório Pimont Arquitetura, de Florianópolis, também adotou o novo sistema. “Com todas as leituras que fizemos sobre a epidemia, a decisão de se adiantar e iniciar o homework já na segunda-feira, dia 16, pareceu a mais acertada; para evitar contágio entre nós e para influenciar os que nos cercam a fazerem o mesmo”, afirma o arquiteto Henrique Pimont, um dos titulares do escritório.

Ele reconhece que uma decisão desse tipo, tomada de forma rápida, pode dificultar o processo de transição, que, tradicionalmente, demandaria mais tempo de planejamento. “Algumas perdas serão inevitáveis: de produtividade, de agilidade, das ricas interações dentro do escritório. Estamos contando, como sempre, com a solidariedade dos nossos colaboradores, na certeza de que mesmo à distância, tratarão os trabalhos com a mesma seriedade”, reforça o arquiteto. Para ele, nesse período ainda incerto em que a equipe permanecerá afastada, certamente todos aprenderão muito sobre essa forma de trabalho “E isso poderá se integrar aos nossos métodos e processos”, considera.

 

A Unic Arquitetura, de Curitiba, adotou o mesmo procedimento. “Visando à segurança, bem-estar e responsabilidade social, adotamos medidas de prevenção e precaução orientadas por equipes de saúde para as próximas duas semanas. Neste período, seguiremos uma rotina de trabalho que preserva nossa equipe, clientes e fornecedores”, informa a arquiteta Carolina Danylczuk. Além do trabalho de forma remota, em home office, a equipe suspendeu as reuniões presenciais e as visitas a lojas e obras. “Em uma situação extrema e atípica vivida mundialmente a Unic segue exclusivamente conectada por e-mail, telefone e Whatsapp”, reforça.

“Kit home office” da Unic Arquitetura.

Lojistas alteram procedimentos

Os lojistas do setor têm comunicado os profissionais sobre alterações de rotina e intensificação de medidas de prevenção para que os atendimentos sejam mantidos. Ambientes ventilados, higienização constante das superfícies, álcool gel à disposição e funcionários orientados a evitarem apertos de mãos e a manterem a distância de 1,5 metro recomendada são algumas das medidas informadas.

O Núcleo Catarinense de Decoração, entidade que congrega 166 lojas em Santa Catarina, anunciou apoio aos lojistas. Em um vídeo enviado hoje ao setor e divulgado nas redes sociais das regionais, o empresário Márcio Moreal, presidente do NCD, informa que a entidade dará suporte aos associados para enfrentamento da situação. “Desde plataforma de atendimento on-line até rotina para colaboradores. É o momento de usarmos a tecnologia a nosso favor e a solidariedade em favor de todos”, enfatiza o dirigente. Todos os eventos presenciais da entidade passarão a ser realizados de forma on-line.  Clique aqui para assistir.

 

Instituições mudam rotina

O Presidente do Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Brasil, Luciano Guimarães, deliberou na noite dessa quinta-feira, dia 12, suspender todos os eventos, reuniões, encontros e atividades coletivas do CAU/BR marcados para acontecer em Brasília no período de 16 a 20 de março de 2020. A decisão atende  “a necessidade de ações cautelosas em defesa da saúde dos membros do Plenário, convidados e colaboradores do Conselho”.

Os CAUs de todo o país adotaram medidas semelhantes. No Paraná, o CAU suspendeu o atendimento presencial até o próximo dia 31 de março. A decisão ocorreu nesta segunda-feira (16) durante a 109ª Reunião Plenária e incluiu, também, a suspensão de todos os eventos, reuniões, encontros e atividades coletivas do CAU/PR.

Em Santa Catarina, o CAU suspendeu o atendimento presencial, eventos, reuniões, encontros e outras atividades coletivas  até o dia 31 de março. A decisão foi publicada no último domingo, 15 de março,  em caráter ad referendum, pela presidente Daniela Sarmento. O atendimento aos arquitetos e urbanistas e à população segue sendo realizado por e-mail, telefone e Whatsapp.

No Rio Grande do Sul, o CAU suspendeu atendimento presencial, atendimento itinerante e fiscalização externa, reuniões, viagens e audiências no período do dia 17 de março a 3 de abril. Os Canais de Atendimento à distância, como e-mail e WhatsApp, seguem operando em horário normal, das 9h às 17h.

O Instituto dos Arquitetos do Brasil (IAB), Associação Brasileira dos Escritórios de Arquitetura (AsBEA) e outras entidades do setor também estão modificando a rotina de atendimento e a agenda para os próximos dias. Os comunicados têm sido emitidos desde o início da semana.

 

Serviço:

Confira, a seguir, as instituições e entidades do setor que emitiram comunicados referentes à alteração nas atividades como medidas de prevenção ao coronavírus. Clique nos links para saber mais detalhes sobre as formas de atendimento nos próximos dias.

CAU/PR – Os atendimentos por telefone, WhatsApp e e-mail estão mantidos.

CAU/SC – O atendimento aos arquitetos e urbanistas e à população segue sendo realizado por e-mail, telefone e Whatsapp.

CAU/RS – Os Canais de Atendimento à distância, como e-mail e WhatsApp, seguem operando em horário normal, das 9h às 17h.

IAB-SC – Secretaria em recesso entre os dias 17 de março e 22 de março.

IAB-RS – Atendimento presencial na sede restrito a agendamento prévio para casos de extrema importância.

AsBEA-RS – Atendimento por telefone, e-mail e Whatsapp

X
X