Eventos

Portobello apresenta linha comemorativa aos 100 anos de Athos Bulcão em Florianópolis

Por novembro 26, 2018 Sem comentários

Em parceria com a Fundação Athos Bulcão, a catarinense Portobello, maior empresa cerâmica do Brasil, lança uma linha de produtos especiais em homenagem ao centenário do modernista ‘professor Athos’. A partir da curadoria da Fundathos, os azulejistas Ligia de Medeiros, Paulo Humberto e Alexandre Mancini, foram convidados para criar a linha Athos Bulcão. O trio estará em Florianópolis no dia 27 de novembro para um bate-papo exclusivo com arquitetos e designers na Portobello Shop.

 

Athos Bulcão foi um dos maiores artistas brasileiros, que expressou seu talento e sensibilidade em locais públicos com os incríveis murais de azulejaria em muitas cidades, mas, principalmente, em Brasília. Athos foi amigo de alguns dos mais importantes artistas brasileiros modernos, os maiores responsáveis por sua formação: Carlos Scliar, Jorge Amado, Pancetti, Enrico Bianco – que o apresentou a Burle Marx -, Milton Dacosta, Vinicius de Moraes, Fernando Sabino, Paulo Mendes Campos, Ceschiatti, Manuel Bandeira entre outros.

Conheça os azulejistas da linha Athos Bulcão:

 

Paulo Humberto – Desenhista, pintor e designer, iniciou sua vida profissional no escritório de Mario Bellini, Milão, em 1977. O rigor e a poesia da obra de Athos Bulcão servem de inspiração para o artista goianiense exercendo influência sobre seu trabalho. Diagramou catálogos de mostras e seminários dedicados a Bulcão e cuidou pessoalmente do livro sobre sua obra.

Ligia de Medeiros – Amante da estética modernista, a artista de Brasília e mestre em Artes Visuais (UnB) evidencia em seu trabalho a influência de Athos Bulcão e a associação iconográfica com a capital do País. Além dos projetos modernistas em azulejo, produziu gravuras, esculturas e estampas em diferentes peças. Em Lisboa, participou da mostra “Azulejos em Lisboa – Azulejos em Brasília”, em 2013.

 

Alexandre Mancini – Artista azulejista autodidata de Belo Horizonte, iniciou em 2006 seu trabalho dedicado à azulejaria brasileira. Foi influenciado por Athos Bulcão quanto à utilização de elementos geométricos simples em livres combinações no espaço. Alexandre é reconhecido como discípulo do artista com a chancela dada pela Fundação Athos Bulcão.

 

Fotos: Divulgação 

X
X