Eventos

Desenhistas de rua abrem primeira exposição em Florianópolis

Por outubro 29, 2019 Sem comentários

Participantes do movimento Urban Sketchers Florianópolis desvendam particularidades da capital catarinense em lápis, aquarela e outras técnicas na exposição “Ilha em Linhas – Os desenhos do Urban Sketchers Florianópolis“, com será realizada no Espaço das Oficinas do Centro Integrado de Cultura (CIC) de 6 a 27 de novembro. A abertura será no dia 5 de novembro, às 19h.

Na exposição não estão retratados somente os tradicionais cartões postais da cidade, como o Palácio Cruz e Sousa e o casario do Ribeirão da Ilha, mas, também, cenários que o cotidiano apressado muitas vezes esconde. O olhar atento dos artistas revela a casa simples de uma senhora no bairro Córrego Grande e as fachadas de inspiração art déco de dois prédios do Centro demolidos meses depois de serem desenhados, por exemplo.

Usando lápis, aquarela e outras técnicas, as 56 obras foram feitas pelos participantes do movimento Urban Sketchers Florianópolis, que desde maio de 2016 promove encontros gratuitos de desenho de observação.

Aberto a todos

Os 29 expositores têm ocupações tão diferentes como direito, engenharia, arquitetura, design e programação, incluindo até uma jovem estudante do ensino fundamental. A possibilidade de qualquer pessoa poder se juntar é uma das características do movimento. (Confira a lista de expositores no final da matéria)

É essa liberdade que atrai a jornalista Laura Tuyama. “Confesso que no começo eu não entendia direito. Como assim, não vai ter ninguém para me dar instruções sobre como fazer de forma correta? Como assim, ninguém vai avaliar e julgar no final?”, relata. Para ela, os encontros se transformaram em ocasião para estar com a família: mãe, irmãs, filho e sobrinhos também são frequentadores.

Espalhado pelo mundo

Por meio do manifesto, o movimento estimula o registro do lugar e do momento, o apoio mútuo e a expressão individual. “O objetivo, conforme diz o nosso manifesto, é mostrar o mundo, um desenho por vez”, explica Lucas Polidoro, um dos organizadores. “Através de diferentes estilos e técnicas artísticas, retratamos aquilo que nos rodeia, da maneira que vemos e experimentamos, criando registros para nós mesmos e para as gerações futuras”, completa.

Foi o jornalista e ilustrador espanhol Gabriel Campanario quem iniciou o movimento Urban Sketchers em 2007, em Seattle (EUA). Hoje, há grupos espalhados por quase 300 cidades, de Beijing a Paris, do Líbano à Cidade do Cabo. O Brasil, com 49 grupos, está entre os países com a comunidade mais numerosa.

 

Desenhar o CIC

O prédio do CIC vai ser a inspiração da próxima sessão de desenhos, que ocorre dia 9 de novembro, no sábado seguinte ao da abertura da exposição. Quem quiser retratar os volumes de concreto da edificação, inaugurada em 1982, é só aparecer na entrada da frente às 15h com seus materiais de desenho. O encontro é gratuito, sem requisito de idade nem de habilidade.

 

Serviço

Ilha em Linhas – Os desenhos do Urban Sketchers Florianópolis

6 a 27 de novembro de 2019, de terça a domingo, das 10 às 21h

Abertura: 5 de novembro (terça), às 19h

Espaço das Oficinas · Centro Integrado de Cultura – CIC

Av. Governador Irineu Bornhausen, 5.600, Agronômica

Entrada gratuita · Classificação indicativa livre

Apoio: Oficinas de Arte, Fundação Catarinense de Cultura e Governo de Santa Catarina

 

Encontro de desenho no CIC

9 de novembro (sábado), das 15h às 17h, com concentração na entrada principal do prédio

 

 

 

Confira a relação de expositores:

Ana Tuyama

Antônia Ribeiro – Tunoqui

Audrey Laus

Camila Tuyama

Carol Grilo

Daniela Almeida Moreira

Di Batista

Doug  Menegazzi

Gui Ruchaud

Isa Simões

IsoDozol

Ivan Jerônimo

Jaqueline Silva

Jony Coelho

José Antônio Bellini

Laura Tuyama

Lucas Polidoro

Marcelo Schlee

Maria Esmênia

Michelli Zimmermann Souza

Nathália Hiendicke

Osmar Yang

Siení Cordeiro Campos

Sônia Tuyama

Suely Lewenthal Carrião

Valentina Kauling Laus

Vinícius Luge Oliveira

Walkiria Maria Duwe Mülbert

Zulma Borges

 

 

error: Para compartilhar esse conteúdo, use o link ou as ferramentas de compartilhamento do site da revista ÁREA e contribua para a valorização do jornalismo especializado.
X
X