Notícias

Arquitetos do Paraná utilizam impressora 3D para contribuir na produção de máscaras para profissionais de saúde

A equipe do escritório Estúdio 41, de Curitiba, está colaborando com a impressão 3D de equipamentos de proteção para os profissionais de saúde! Os arquitetos estão utilizando a impressora que possuem no escritório para a produção. De acordo com eles, os hospitais da cidade estimam demanda de 3.600 unidades de máscaras do tipo face shield, que aumentam a proteção dos médicos e enfermeiros contra o contágio. Nas redes sociais do escritório, os arquitetos convidam pessoas que tenham interesse em colaborar a entrarem em contato com a equipe.

Na última semana, a administração da capital paranaense pediu a mobilização de empresas, entidades e órgãos públicos para a implantação da linha de produção de máscaras escudos em impressão 3D, no laboratório de fabricação digital e prototipagem do município (FabLab), na Rua da Cidadania do Cajuru. “A iniciativa ajudará a equipar quem vai ter contato mais direto com os pacientes suspeitos da Covid-19”, ressalta o prefeito Rafael Greca no site da Prefeitura.

A presidente do Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Paraná (CAU/PR), Margareth Menezes, propôs a compra de impressoras 3D e de corte a laser para a autarquia federal. “Estamos na fase de abertura do processo de licitação para a aquisição dessas máquinas e pretendemos atender ao pedido de ajuda feito pela Prefeitura de Curitiba, que está produzindo máscaras de escudo facial de proteção em impressão 3D para profissionais da saúde da cidade”, explica.

A proposta da presidente do CAU/PR ainda depende da aprovação do Conselho Diretor da entidade. “Pretendemos realizar um termo de comodato com a Prefeitura de Curitiba, e até mesmo com outras instituições que colaborem na produção das máscaras, para a utilização das impressoras. Na sequência, temos um projeto para contemplar arquitetos e urbanistas e estudantes com os equipamentos 3D”, revela a presidente. A ideia é, futuramente, utilizar as impressoras 3D no CAUlab, laboratórios que devem ser montados na sede e em alguns escritórios regionais do CAU/PR e que podem auxiliar os profissionais para a provável recuperação econômica impactada pelo período. . “Este projeto está em consonância com a função do CAU, que é a de pugnar pelo aperfeiçoamento do exercício da arquitetura e do urbanismo, uma vez que iremos possibilitar a utilização dos equipamentos 3D a quem não tem condição de comprar. Desta forma, também contribuímos para um melhor exercício profissional”, reforça a presidente do CAU/PR.

Saiba como participar

Diversas instituições de ensino, empresas e profissionais liberais de todo o país estão colaborando com essa corrente do bem para confecção das máscaras do tipo face shield. Ela é composta por uma película de plástico que cobre o rosto e um suporte, que pode ser impresso em 3D. E complementa a máscara do tipo N95, equipamento de proteção individual (EPI) obrigatório, oferecendo maior proteção aos profissionais de saúde por proteger todo o rosto.

E se você tem uma impressora 3D, também pode participar.

Clique aqui e baixe um protótipo para impressão, com recomendações importantes para a produção e manuseio.

 

 

X
X