Eventos

SmartCity Expo Curitiba 2020, maior evento de cidades inteligentes do país, acontece em março

Por fevereiro 18, 2020 Sem comentários

Será realizado nos dias 26 e 27 de março o SmartCity Expo Curitiba 2020 – terceira edição brasileira do maior evento sobre cidades inteligentes do mundo, que ocorrerá no Expo Barigui, na capital paranaense. O evento reúne palestrantes e empresas com o objetivo de promover um intercâmbio prático de atividades que levem as cidades ao progresso sustentável, dentro do conceito de cidades inteligentes.

Entre os destaques da programação está Gil Peñalosa, fundador e presidente da organização sem fins lucrativos canadense 8 80 Cities, que já acompanhou gestores de mais de 350 cidades ao redor do mundo para a transformação de comunidades urbanas em espaços mais acessíveis, saudáveis e que ofereçam bem-estar para todas as pessoas, independentemente da idade, do gênero, do status socioeconômico ou étnico. Em 2017, Peñalosa foi listado pelo Planetizen como um dos 100 urbanistas mais influentes de todos os tempos.

Alguns dos outros importantes nomes nacionais e internacionais da inovação que palestrarão no congresso são Marcelo Facchina, Executivo Principal em Cidades Inteligentes e Municípios Digitais no Banco de Desenvolvimento da América Latina (CAF); Piero Pelizzaro, especialista em políticas de mudança climática e planejamento de resiliência urbana — termo relacionado à capacidade das cidades se adaptarem e se transformarem de maneira sustentável frente a ameaças naturais ou criadas pelo homem — e diretor de resiliência da Cidade de Milão; Darío Hidalgo, consultor sênior do Centro WRI Ross de Cidades Sustentáveis; Carlos Gadsden, presidente da Fundação Internacional do Desenvolvimento de Governos Confiáveis (FIDEGOC), e Cecilia Velázquez, presidente e fundadora das Brigadas Moviles de Cultura, organização para o desenvolvimento comunitário em Puebla, no México.

Smart City Expo 2020

O Smart City Expo Curitiba 2020 é chancelado pela FIRA Barcelona, consórcio público espanhol formado pela Prefeitura de Barcelona, Governo da Catalunha e Câmara de Comércio de Barcelona, e que é o organizador do Smart City Expo World Congress, maior evento sobre cidades inteligentes do mundo. No Brasil, o evento é organizado pelo iCities, empresa curitibana especializada em soluções inteligentes, e tem o apoio da Prefeitura Municipal de Curitiba.

O slogan da feira, que será sediada no Expo Barigui, em Curitiba, é “Smart Cities in Action”. “Queremos transformar o cidadão em protagonista para materializar as ações de smart cities”, afirma Beto Marcelino, sócio-diretor do iCities, empresa especializada em soluções para cidades inteligentes que organiza o evento no Brasil.

A programação é dividida em cinco temáticas que dialogam com a proposta “Smart Cities in Action”. A primeira delas, “Sociedade Inteligente e Cultura”, irá tratar sobre engajamento cívico; cidades criativas; quadrihelix; desenvolvimento social e cidades inclusivas; participação cidadã nas decisões públicas; futuro do trabalho, culturas urbanas; terceiro setor e organizações sociais; empoderamento e participação cidadã; e transformação digital.

Já a temática “Viabilizando Tecnologias para Conectividade” se dedica a temas como segurança de dados; blockchain; inteligência artificial; Internet das Coisas; Big Data; governança baseada em dados abertos; tecnologias disruptivas em escala urbana; agricultura urbana; robótica; veículos autônomos; Cloud Computing e fintechs.

A missão da temática “Modelos de Negócios Inovadores” é debater ecossistemas de startups; cidades criativas; living labs; regulamentação; ambiente de negócios como motores econômicos; infraestrutura e conectividade 5G; novos modelos de fomento; economia circular; distritos de inovação; atração de talentos; cidades conectadas e turismo; e indústria 4.0.

A quarta temática, “Renovação do Espaço Urbano”, discutirá mobilidade urbana; cidades criativas; ocupação dos espaços públicos pela sociedade; urbanismo sustentável; planejamento urbano; segurança urbana; construções sustentáveis e edifícios inteligentes; placemaking; revitalizações de centros urbanos; cidades resilientes; moradias acessíveis; transporte multimodal; inovação social; sociedade inteligente e cultura; e governança e revisão de políticas públicas.

Por último, parte da programação será pautada pelo tema “Governança e Revisão de Políticas Públicas”, que tratará de plano diretor; desburocratização; rehierarquização viária; governança e GovTech; gestão pública ágil; políticas públicas; processos de inovação no setor público; parcerias público privadas; mudanças climáticas; governo aberto; articulação multissetorial; e políticas de investimentos.

O evento deve receber mais de 10 mil pessoas e as inscrições e compras do passaporte para a área de congresso podem ser feitas pelo site. O acesso à área de exposição, em que dezenas de empresas apresentam soluções e produtos inteligentes, é gratuito mediante entrega de 1 kg de alimento, agasalhos e itens de higiene.

X
X