Projetos

Projeto de cobertura em Florianópolis reflete a preocupação dos clientes com o impacto ambiental

Por setembro 21, 2018 Sem comentários

Em frente ao mar da praia do Campeche, em Florianópolis, o casal encontrou o apartamento ideal. Ele, surfista profissional; ela, modelo fotográfico. Ali, encontraram o refúgio tão sonhado. Escolheram o apartamento de cobertura, de 250 metros quadrados, mas precisavam alterar significativamente boa parte da planta.

A maior preocupação deles, no entanto, era evitar o desperdício de materiais e garantir o destino correto aos resíduos da obra. Era importante, também, a adoção de soluções práticas e funcionais.

“A preocupação com sustentabilidade existiu desde a concepção do projeto”, explica a arquiteta Amanda Pamato, responsável pelo projeto arquitetônico. Ela conta que os resíduos da demolição das paredes e os de gesso foram destinados para empresas de reciclagem. As novas paredes construídas são de gesso acartonado, o que reduz o peso da estrutura e os resíduos da obra. Pisos de grande formato e paginação otimizada garantiram a redução de desperdícios. Para esse trabalho, Amanda contou com a colaboração de um dos engenheiros responsáveis pela obra, Rodrigo Pires, hoje proprietário da Rope Engenharia.

As madeiras especificadas possuem selo FSC, do mobiliário às portas e rodapés. E o projeto luminotécnico, com o uso de LED e lâmpadas fluorescentes, foi planejado para reduzir o consumo de energia elétrica. “Na área externa, foi construída uma estrutura metálica de cobertura, com telhas termoacústicas e películas que repelem os raios ultravioletas”, detalham Amanda e Rodrigo. Assim, garantiram o conforto térmico, evitando o uso de condicionadores de ar. A varanda recebeu especial atenção. Diante do privilegiado visual do mar, Amanda criou um espaço de relaxamento e contemplação, acrescentando uma jacuzzi e área de churrasqueira.

Na área interna, a arquiteta integrou os espaços da cozinha e do jantar, valorizando o visual do mar. Contíguo, o ambiente de estar foi setorizado por um móvel especialmente projetado, com painel central reversível para a TV. As linhas retas e limpas contemporâneas dominam o projeto, mas o uso de texturas e peças de decoração clássicas, atemporais e assinadas conferem aconchego e personalidade para cada um dos 12 ambientes do imóvel. A parede de placas de tijolo à vista estabelece o contraste, fortalecendo a sensação de conforto. A memória afetiva também foi valorizada a partir dos quadros com lembranças dos muitos países que o casal já visitou.

Mobiliário planejado e peças de design também destacam-se na composição. Na seleção, o mancebo Hashi, assinado pelo designer Paulo Alves; a poltrona Serfa, de Zanini de Zanine; a mesa lateral Niva, de Ronald Scliar Sasson; o banco/mesa Will, do Estúdio Bola; o sofá Lumina, de Marcelo Yamasita; as poltronas Guará, de Daniela Ferro; e as luminárias Gulliver e Lilliput, da Latoog. Entre as luminárias, ‘clássicos’ da Bertolucci, como as pendentes Apoena sobre a mesa de jantar.

 

Principais fornecedores: 

Bontempo Móveis
Ettore Design – mesa, cadeiras, sofá, poltronas, sacada, espelho e peças de design
Janela Aberta – cortinas, tapetes, almofadas e papéis de parede
Ouse Iluminação – luminárias e lâmpadas
Eng. Rodrigo Pires e Quared Engenharia – construção e engenharia
Automação iOXS – automação
Casa Com Vidro – vidros e espelhos
SG Móveis – móveis de marcenaria da suíte do casal
Marmoraria Biguaçu – mármores e silestones
Espaço Revestir – pisos e revestimentos
Hydramar – louças e metais

 

Fotos: Rudi Razador | Divulgação

 

 

 

error: Para compartilhar esse conteúdo, use o link ou as ferramentas de compartilhamento do site da revista ÁREA e contribua para a valorização do jornalismo especializado.
X
X