Notícias

Personalidades ganham pele negra na arte de Bruno Barbi, na exposição ReVida, em Florianópolis

Por maio 20, 2017 Sem comentários

Vinícius de Moraes, Madre Teresa de Calcutá, o sociólogo Betinho, Tomie Ohtake, John Lennon, Chico Xavier e a escritora Clarice Lispector estão entre as personalidades que ganharam um novo tom de pele na arte de Bruno Barbi, nas telas que integram a exposição ReVida, em cartaz no Espaço Cultural BRDE, na av. Hercílio Luz, 617, em Florianópolis. A exposição segue até o dia  31 de maio, das 9h às 19h, de segunda a sexta-feira.

A série é composta por 15 quadros pintados em tinta acrílica sobre tela, que retratam personalidades de pele branca relevantes do século XX para a cultura, política, arte e religião. Essas imagens foram representadas com um tom de pele negra, “numa licença poética para Rever, Reinventar e Revidar para Repensar o futuro, para Refletir a VIDA”.

“Todos nós temos uma dívida, que talvez nunca seja paga, tamanha contribuição dos africanos para o desenvolvimento do Brasil. ReVida é uma homenagem a todos os afrodescendentes pelo seu legado, por toda dor e suor, pela resistência sacral com que orgulham sua história, pela coragem, e por estarem aqui, queremos esse fusão de cores, queremos essa força, queremos a voz, a arte, a cultura, os turbantes e suas amarrações, queremos a influência, o dom, o som, queremos continuar a aprender”, enfatiza o artista.

Natural de Toulouse, na França, Bruno Barbi é radicado em Florianópolis (SC) desde a infância.  Formado em Arquitetura e Urbanismo pela Unisul em 2005, vem, desde 2011, atuando na área de Artes Visuais através de trabalhos com desenho e pintura. Suas obras, essencialmente figurativas, apresentam diferentes retratos de personagens que remetem à cultura negra.