Notícias

Mostra Brazil S/A OFF apresenta designers do Sul no Fuorisalone

Por abril 18, 2018 Sem comentários

Nesta edição da Semana de Design de Milão, o Brazil S/A realiza a exposição Brazil S/A OFF, com peças que fizeram sucesso nas últimas oito edições da mostra e obras inéditas de mais de diversos designers brasileiros. No total, 22 designers/estúdios e dois artistas participam da exposição. Destes, oito são da região sul do país. A mostra acontece no hotel Bianca Maria Palace, na Viale Bianca Maria, 4, integrando a programação de eventos do Fuorisalone.

Da região sul, a mostra apresenta peças de Henrique Steyer (RS), Inês Schertel (RS), Juliano Guidi (SC), Lourena Genovez (SC), Regis Padilha (RS), Rodolpho Gutierrez (PR), Ronald Sasson (RS) e Terinn (PR).

Os demais participantes são Alex Atala, Adolini & Simonini, Adriana Lohmann, Alê Jordão, ArtistArtesão, Branco, Estúdio Bola, Fábio Galeazzo, Fernando Motta, Fix Design, Gustavo Martini, Klay Ferreira, Marcelo Bilac, Parx Arq, Renata Meirelles e Sérgio Mattos.

A nova geração de designers conseguiu combinar artesanato, tecnologia e sustentabilidade. O resultado: peças e objetos dinâmicos e divertidos que interpretam a arte e cultura do povo brasileiro. E é, exatamente, com esse espírito que a Mostra Brazil S/A OFF expõe uma coletânea de peças das edições passadas e lançamentos com o objetivo de homenagear a criatividade brasileira.

Este é considerado o maior evento brasileiro de inovação e design. O objetivo é promover o relacionamento entre empresas e profissionais brasileiros com o mercado nacional e internacional. A intenção é aumentar a visibilidade do país e gerar negócios voltados à exportação, de produtos e serviços ligados aos setores de mobiliários, objetos, cerâmicas, pedras, revestimentos, couros, tecidos, tapetes, vidros, iluminação, tecnologia, moda, gastronomia, arquitetura, decoração, artesanato e o design de todas as suas formas.

Sul na Brazil S/A 

Confira as peças dos designers da região Sul que estão na Brazil S/A OFF, das peças icônicas aos lançamentos.

O curitibano Ronald Sasson, radicado em Gramado (RS), retorna ao Fuorisalone com a sua poltrona Zózimo (2015) dedicada ao jornalista e colunista social brasileiro Zózimo do Amaral. A peça mescla o glamour escultural e a elegância do cobre e do latão. Outra peça em destaque é o banco Doop (2015) premiado no IF Design Award 2015, Brasil Design 2015 e German Design Award Nominee 2016. Produzido em nogueira, sem a utilização de um único prego ou estrutura metálica, o móvel foi concebido de forma artesanal em chapas multilaminadas de madeira. Ronald Sasson, que venceu o LIT Lighting Design Awards, em Tóquio, este ano, revela, em primeira mão, a sua luminária Meridiana (18 cm x 18,5 cm), uma sobreposição de círculos, bronze fosco e vidro leitoso. Elegância e funcionalidade para qualquer ambiente.

A partir de resíduos de madeira nobre, o catarinense Juliano Guidi cria peças exclusivas de grande beleza e alta durabilidade. O designer aproveita as formas naturais dos troncos para conceber suas peças como é o caso do banco “escultura” Story apresentado em 2015.  Juliano Guidi mostra mais uma vez seu respeito e paixão pela natureza com a mesa de centro Flor. O designer realiza seus trabalhos em madeira sem nenhum corte de árvores, transformando resíduos de troncos, raízes e galhos, que são descartadas, em peças únicas e exclusiva.

Da flora à fauna. A arquiteta gaúcha Ines Schertel fez carreira em São Paulo até que um dia resolver voltar às origens. Deixou a metrópole e voltou para a sua serra riograndense. No seu rebanho de ovelhas, em São Francisco de Paula (RS), viu uma enorme potencialidade na lã dos animais. A matéria-prima virou fonte de inspiração e material para a criação de peças exclusivas de feltro rústico como os banquinhos Faceiro e Bugio (2015)  que Ines Schertel apresenta novamente na mostra Brazil S/A OFF. Um dos infinitos benefícios da lã é ser natural, renovável, biodegradável e completamente sustentável. Ines Schertel reforça a sua paixão pela “slow design” com o banquinho Violeta, lançamento no Fuorisalone 2018. A designer usou da sua matéria prima preferida, a lã, para compor um confortável assento com 5 dúzias de flores e folhas em feltro que posteriormente foram tingidas. Os pés são em em madeira Tauari pintados na cor preta.

A poltrona Louis Henrique, um trocadilho com o nome do rei Louis XVI e Henrique, é uma  releitura da clássica Luis XVI.  A versão do arquiteto e designer gaúcho Henrique Steyer, apresentada há dois anos, em 2016, traz o toque criativo e infantil do designer. Os apliques circulares no encosto remetem às orelhas do famoso rato de Walt Disney: Mickey Mouse. Henrique Steyer revela ao público internacional a luminária suspensa Monkey Chandelier inspirada no icônico banco macaco Prego, animal da fauna brasileira ameaçado de extinção. A peça – em metal e banhada a ouro – é imponente e divertida e pode ser realizada nos mais diferentes acabamentos e cores metalizadas.

A designer Lourena Genovez, de Florianópolis (SC), volta à Milão com o sua cômoda Bar Flora Brasileira (2016).  A peça – moldura chanfrada e portas em MDF – chama a atenção pelo design com sua base diferenciada e abertura das portas descentralizada. O seu interior é revestido com uma poética, feminina e romântica imagem da Flora Brasileira,  reprodução de uma das pinturas da artista plástica francesa, Dominique Jardy, radicada no Rio de Janeiro desde 1985.

O designer curitibano Rodolpho Gutierrez expõe a sua mini Lareira LUG de mão (2017), feita com um único bloco maciço de madeira com acabamentos em aço inox. Acompanha bolsa em couro natural.

Charme e elegância se revelam na mesa e mesa-pufe Conjunto Leaf da Breton by Terinn Design, de Londrina (PR). A versão triangular de arestas arredondadas permite composição marcante e descontraída. A irregularidade gera espaços dinâmicos à sua volta. Com base em aço carbono laminado ou pintura. Versão em couro e tecido para a mesa-pufe e vários padrões de madeira, vidro e cerâmica Roca para o tampo da mesa.

O designer Regis Padilha, de Gramado (RS), traz à Milão a poltrona Jozzia. Desenho brasileiro nas expressões dos materiais em linhas muito simples, resultado de um exercício de contraste geométrico. O produto apresenta materiais rígidos (cobre e madeira) numa configuração de ângulos e curvas do assento e encosto conferindo conforto e uma experiência de uso um tanto diferente ao sentar. E leva novamente a Natur 60, sucesso da edição de 2012. Mesas com 3 opções de altura e em diferentes cores. Sua forma é baseada nas formas da Vitória Régia, planta do norte do Brasil.

 

Fotos: Divulgação

 

X
X