Eventos

Jader Almeida apresenta produtos desenhados para a Sollos no Show House 2018

Por março 16, 2018 Sem comentários

“Para 2018 não pensamos na individualidade dos produtos ou de soluções − já que cada produto carrega valores duráveis, individualidade e atributos de atemporalidade.” É assim que o designer Jader Almeida, diretor criativo da Sollos, resume o conceito do seu processo criativo para a marca catarinense. Os lançamentos estão sendo apresentados no evento ‘Show House Sollos Jader Almeida 2018’, realizado a cada dois anos, que acontece até o dia 8 de abril, em São Paulo. A mostra está sendo realizada em um prédio de mais de 3 mil metros quadrados, localizado na Avenida Nações Unidas, 345.

Donos de um vasto portfólio de produtos bem-sucedidos, com sucesso de venda e de crítica, afirmado pelos mais de 50 prêmios nos últimos 10 anos, além de publicações nos mais variados meios de comunicação, a Sollos e Jader Almeida, a cada ano, lançam um olhar para o próprio portfólio para avaliar sua coleção.

Nessa coleção, mais de 30 produtos estão sendo apresentados pela primeira vez, dos quais cinco são modelos inéditos de cadeiras, mesas de jantar, centro e apoio, buffet, sofás e poltronas.  Além de produtos inéditos, uma gama de acabamentos, superfícies e texturas fazem parte da apresentação. Materiais como aço obtém efeitos de colorações ao serem flamejados, este ganhou o nome de flame steel. Tal abordagem, reveste planos de mesas e consoles, por exemplo. Diferentes tipos de mármores, como travertino titanium, contrastam com o efeito gradiente obtido através de técnicas de colorações. Tecidos diversos e couro criam uma harmonia com os novos tons em madeira como os tingimentos canyon e carbono.

O segmento de iluminação, que teve início em 2010, ganha integrantes a cada ano. Nessa edição são mais de dez modelos de luminárias de piso, parede e pendentes. As luminárias de Jader Almeida ganharam notoriedade pelos curiosos desenhos e pelo esmero nos detalhes.

A apresentação dos produtos na mostra segue o conceito adotado, classificando o design sob os seguintes temas:

Ícones: são todos aqueles produtos cujos valores de design encontram uma assinatura e identidade forte, são autoafirmativos em sua materialização, ricos em detalhes e individualidade com atributos de se tornarem futuros clássicos do design.

Projeto: são produtos que cumprem sua função de maneira plena, se adaptam às mais diversas demandas, são como uma espécie de peças customizáveis onde cada interpretação gera um resultado original para ocupar espaços distintos.

Luz: como o nome sugere, está na categoria de iluminação. São luminárias de piso, mesa e pendentes pensados para cumprir uma função poética e criar atmosferas aconchegantes de luz. 

Nessa edição da Show House, a Sollos revela a compreensão de sua capacidade de resposta como indústria, pesquisa e seus métodos de conectar as alavancas econômicas e produtivas com todos os agentes que compõem a cadeia de valores. Além do resultado da inovação incremental na forma de projetar, produzir e distribuir seus produtos. Jader Almeida interpreta tal desempenho, colocando os produtos numa perspectiva de ambientes completos, integrados à arquitetura, em uma composição harmônica, elegante que caracteriza uma assinatura, uma marca. 

Do ponto de vista do arranjo e soluções, quando questionado acerca de um conceito, uma peça ou inspiração, o designer acentua a predileção pelo conjunto da obra, e usa uma metáfora que define muito bem seu pensamento: “Prefiro uma sinfonia a uma sonata.” A produção de peças com valores poéticos e exímia execução é uma característica conhecida da marca. E resulta na criação de ícones que podem, em algum momento, ser comparados a uma peça de arte, ainda assim alinhados às necessidades das novas formas de viver, morar e se relacionar com o espaço.

Lançamentos em destaque:

Mesa de jantar HOLD (Lançamento 2018 | Projeto) – O conceito parte de um elemento que, quando repetido, multiplica as versões de uma mesa. Composições e combinações promovem variadas interpretações e possibilidades de uso, que garantem funções inteligentes. Materiais: Base em metal fundido, longarina em aço carbono, tampo em MDF com moldura de madeira tauari retangular com canto moeda. Tampo em lâmina e base em microtextura preta, ônix ou champanhe ou tampo em vidro.
Cadeira Windsor (lançamento 2018 | Ícones) – é uma interpretação contemporânea das populares Windsor Chair. O próprio nome revela a origem do estilo, a cidade inglesa homônima. A data de criação da primeira cadeira é incerta, no entanto, remonta ao século 16. Dita como uma das primeiras peças de mobília a ser confeccionada nas colônias inglesas da América do Norte, foi representada em muitas obras de arte, como em figuras da independência americana na Filadélfia. Um estilo icônico, que está atravessando séculos e ganhando impulso em interpretações contemporâneas. Jader Almeida, ao fazer sua interpretação para essa cadeira, cria uma profunda conexão com peças de seu portfólio, evidenciado pelas curvas e conexões precisas e instigantes, que marcam o conjunto formado pelo assento e pela base da peça. O encosto é clássico, com traços esguios e torneados que fazem um contraponto a massa da base, em junções delicadas entre os torneados e o assento. Materiais: Estrutura, assento e encosto em madeira maciça.
Aparador Air (Lançamento 2018 | Projeto) – A linha Air é um sistema modular que pode ser configurado tanto a partir das propostas pré-determinadas quanto sob medida, de acordo com as preferências do usuário. Um sistema dinâmico e de soluções inteligentes. A base do projeto é uma “calha” que acomoda elementos distintos que podem ser peças planas compostas de diversos materiais como mármore e madeira, por exemplo, ou ainda modelos como bandejas e recipientes. A ideia é que a peça possa ser sempre reinterpretada e renovada, bastando alternar o arranjo dos módulos ou buscar atualizações para o produto, uma vez que a base permanecerá a mesma. As peças podem ainda ser utilizadas sem elemento algum, revelando a pureza geométrica e a precisão construtiva. O conjunto é formado por placas de metal dobrado que garantem resistência a maiores vãos apresentando leveza na composição. Materiais: Estrutura aço carbono tanpo MDF laminado ou pintado e/ou tampo em mármore.
Luminária Pendente Ponto (Lançamento 2018 | Luz)
O próprio nome evidencia a proposta da peça: o PONTO. Um pequeno cilindro que ao encontrar-se com o cabo de energia, é finalizado em forma cônica. Confeccionada em latão, pode levar acabamento fosco ou em banho ônix. Utilizada separadamente, cria um efeito pontual e ao ser disposta o conjunto proporciona maior difusão de luz. Um pequeno elemento que ilumina nas mais diversas interpretações e necessidades.

 

Fotos:  André Ligero | Divulgação