Notícias

Incorporadora lança concurso nacional de arquitetura para construção de empreendimento residencial em Curitiba

Por janeiro 15, 2019 Sem comentários

“Sem avaliar portfólio ou experiência, estamos de portas abertas para todos que quiserem participar”. Essa afirmação de Maria Eugenia Fornea, diretora da incorporadora curitibana Weefor, representa bem o espírito da proposta inovadora lançada por ela este mês.

Weefor Arq lançou o ‘1 ° aberto de arquitetura‘, um concurso nacional  para contratação do projeto arquitetônico para o empreendimento residencial que será construído pela incorporadora em Curitiba. O objetivo do concurso é apoiar o desenvolvimento da Arquitetura como disciplina fundamental para o desenvolvimento social e privado. E a meta é a construção de um edifício residencial – habitação coletiva – com estrutura em concreto armado e vedações em alvenaria convencional, com altura de oito pavimentos e contendo no mínimo de 51 unidades privativas. No total, deverá ter 5.250 metros quadrados de área construída.

O empreendimento será erguido no bairro Água Verde, em um lote com área de 1.383,60 m², na esquina da rua Pará com rua Mato Grosso, que faz parte da história da região.

Até os anos 70, abrigava a Siderúrgica Guaíra, que atraiu moradores para o seu entorno, desenvolvendo, assim, a economia e a urbanização do entorno. Nos anos 1970, a Gerdau adquiriu a empresa para produção de aço, atraindo mais moradores e comerciantes ao redor desse importante polo empregatício do bairro. Em 2014, a indústria deixou o imóvel ao transferir-se para outra região da cidade.

A máxima é não é usar muros para separar; é construir espaços que propiciem novos estilos de vida, incitem hábitos mais saudáveis e uma vida alinhada com as mudanças dos tempos atuais.

 

A inspiração

Graduada em Economia pela UFPR e em Engenharia Civil pela PUC-PR, Maria Eugenia Fornea atua há 10 anos no mercado imobiliário curitibano. Sua experiência na construção civil vem especialmente por sua trajetória na Ennio Fornea & Cia Ltda, empresa familiar fundada há mais de 50 anos e que totaliza em torno de 400 mil metros quadrados em Curitiba, entre obras em andamento e entregues.

Maria Eugenia fundou a Weefor no ano passado e, para o primeiro empreendimento da incorporadora, idealizou o Weefor Arq. “A formatação tradicional e fechada do mercado da incorporação sempre nos incomodou, e vimos no concurso uma forma de quebrar esse padrão. Queremos fazer um processo mais inclusivo, aberto e menos engessado, apoiando a Arquitetura como disciplina fundamental para o desenvolvimento social e privado. O concurso acaba sendo um diferencial por colocar os arquitetos no centro do processo, abrindo espaço para maior compreensão daquilo que será ocupado”, enfatiza.

 

“Queremos fazer um processo mais inclusivo, aberto e menos engessado, apoiando a Arquitetura como disciplina fundamental para o desenvolvimento social e privado”.

O Concurso

A iniciativa conta com o apoio e a chancela da AsBEA/PR, que assumiu a organização do concurso. “A parceria com a AsBEA foi fundamental para conseguirmos viabilizar o concurso. Eles trouxeram todo o conhecimento técnico necessário para tal, que junto com nossa vontade de fazer diferente rendeu um resultado muito interessante”, afirma Maria Eugenia. “Com o apoio da AsBEA também conseguimos formar um grupo de jurados muito consistente, que coloca o concurso em uma posição bastante relevante”, complementa.

Os jurados são a arquiteta e urbanista Lua Nitsche, sócia do Nitsche Arquitetos Associados e professora da Escola da Cidade; Fernando Mungioli, sócio e publisher da Arco Editorial, diretor da revista Projeto; arquiteto e urbanista Pedro Vada, editor da Archdaily Brasil; arquiteto e urbanista Keiro Yamawaki, ex-presidente da AsBEA/PR, fundador das empresas Proa Arquitetura, GaragePlan e ArquiBusiness (hoje diretor na GaragePlan e ArquiBusiness); engenheira civil Maria Eugenia Fornea, diretora da incorporadora Weefor; e o engenheiro civil Luiz Augusto Brenner Rose, diretor da imobiliária Lopes.

O concurso irá selecionar as três melhores propostas entre as apresentadas, sendo que a vencedora terá o profissional e sua equipe contratados pela incorporadora para o desenvolvimento do Projeto Executivo de Arquitetura do empreendimento.

“Esperamos que seja a primeira parceria de muitas. Acreditamos que juntos, arquitetos e incorporadores, conseguiremos alcançar resultados mais produtivos para a sociedade”, afirma Maria Eugenia.

Premiação e contratação

Conforme o edital, serão conferidos prêmios para os três considerados os melhores dentre os inscritos, além de um ‘voto do público’. No total, serão distribuídos R$ 37 mil como prêmio entre os vencedores. O projeto classificado em primeiro lugar será contratado pela incorporadora, com valor bruto de R$ 80 mil referente ao contrato do Projeto Executivo de Arquitetura e serviços correlatos.

Inscrições

As inscrições devem ser feitas até o dia 10 de março pelo site www.weefor.arq.br. As inscrições custam R$ 50,00 e todo o montante arrecadado será revertido para a organização TETO. Presente em 19 países, a TETO vem atuando há 10 anos no Brasil na construção de moradias emergenciais, sedes comunitárias e, também, na promoção de programas de formação e lideranças dentro das comunidades, levantamentos socioeconômicos e fomentos a projetos da mesma natureza.

 

Fotos: Divulgação

 

 

error: Para compartilhar esse conteúdo, use o link ou as ferramentas de compartilhamento do site da revista ÁREA e contribua para a valorização do jornalismo especializado.
X
X