fbpx
Notícias

Hotel cria “casulos” com madeira de reflorestamento em hospedagem de luxo na Serra gaúcha

Por março 13, 2021 Sem comentários

Acampamento com muito glamour. Esse é o conceito de glamping, adotado pelo Parador, na Serra Gaúcha, que acaba de inaugurar um novo tipo de acomodação: barracas em formato de casulo.

O projeto concebido pelos próprios proprietários do Parador, e desenvolvido pela Construtora Casa da Montanha ao longo dos últimos dois anos, tem um design arrojado, mesclando linhas contemporâneas com detalhes rústicos, valorizando elementos da região e a natureza do entorno em sua arquitetura. Ricardo Peccin é o engenheiro responsável pelo projeto; e Marlene Peccin é a decoradora e designer de interiores.

As barracas foram construídas com estrutura de madeira de reflorestamento tratada, em curvas, o que trouxe um desafio maior para a implementação do projeto. O glamour fica por conta do design de interiores, que traz elementos naturais, como galhos de árvores na cabeceira da cama e itens de decoração em madeira, palha, com destaque para uma luminária pendente feita em lã de ovelha pela artista Inês Schertel.  O nome “casulo”, inclusive, é uma metáfora de transformação, já que ele é um lugar onde os hóspedes poderão se isolar e se integrar totalmente ao ambiente. Não é à toa que o tema da sua campanha de lançamento é “conecte-se com a sua natureza”.

Sobre os “casulos”

Ao todo, são sete casulos (por enquanto), que foram batizados com nomes de abelhas nativas – como Mandaçaia, Jataí e Guaraipo -, já que na essas abelhas normalmente armazenam o mel envolto em uma cera que lembra esse design. Os novos casulos do Parador têm capacidade para até duas pessoas, possuem  24 metros quadrados e são  equipados para proporcionar o máximo de conforto ao hóspede, com deck privativo com banheira de hidromassagem e uma lareira ecológica para contemplar a bela vista dos Campos de Cima da Serra. Todas as barracas possuem ar condicionado, lençóis térmicos, banheiro completo com amenities by L´Occitane e minibar com mimos cortesia para recepcionar os hóspedes.

“Colocamos toda a nossa criatividade neste projeto, e ficamos felizes com o resultado e a possibilidade de oferecer uma experiência diferente aos nossos visitantes”, comenta Rafael Peccin, diretor de marketing da Casa Hotéis. “Trabalhamos com o conceito de unique stays, ou seja, tipos de hospedagem que só se encontra em lugares exclusivos, combinando o melhor de sofisticação e imersão junto à natureza”, completa.

Quem se hospedar nos casulos vai poder usufruir de todas a infraestrutura do Parador e dos serviços prestados pelo hotel, como a área social com sala de estar, lareira de pedras, bar, mesa de bilhar; um espaço de bem-estar com sala de massagens e tratamentos de beleza assinada pela grife francesa L´Occitane em Provence, único no Rio Grande do Sul.

A gastronomia é outro ponto alto do hotel. Comandado pelo chef Rodrigo Bellora, o restaurante Alma RS – Cozinha, Natureza & Fogo valoriza a gastronomia da região e traz o que há de melhor em cada estação, com ingredientes frescos da terra, do ar e da água. Às quartas e sábados, o hotel oferece um tradicional churrasco preparado no fogo de chão com cortes nobres acompanhado de delícias preparadas na brasa. E, aos domingos, um almoço campeiro com pratos típicos da gastronomia gaúcha.

Para quem quer desbravar a região, há vários passeios por terra, água e ar. Eles podem ser adquiridos no momento da reserva ou diretamente no hotel. As opções incluem visitas aos Parques Nacionais e cachoeiras da região, cavalgadas na fazenda, passeio de quadriciclo, bicicleta e voos de balão, além de passeios panorâmicos de helicóptero sobre os cânions Fortaleza e Itaimbezinho.

O Parador integra a rede Casa Hotéis e está localizado na Estrada do Faxinal, s/n°, Morro Agudo, em Cambará do Sul (RS). As diárias custam a partir de R$ 1.400 e incluem café da manhã, chá da tarde e welcome mini bar.

 

Fotos: Sergio Azevedo | Divulgação

 

X
X