Eventos

Fotógrafo Leonardo Finotti inaugura exposição Latinitudes e participa de bate-papo em Florianópolis

Por junho 5, 2018 Sem comentários

Nesta quarta-feira, dia 6 de junho, o fotógrafo Leonardo Finotti estará em Florianópolis (SC). Especializado em Arquitetura, ele participará de um talk show e inaugurará a exposição Latinitudes na Casa Canto, no centro da cidade.

Latinitudes é um projeto fotográfico que destaca a arquitetura moderna da América Latina, realizado durante sete anos. São fotografias em preto e branco que expressam as diferentes realidades de dez países: Uruguai, Argentina, Chile, Paraguai, Brasil, Peru, Colômbia, Venezuela, México e Cuba.

Latinitudes foi concebida em 2015, na Bolsa de Arte, em São Paulo (SP),  pela curadora Michelle Jean de Castro, com o nome de ‘Identidade Latino-Americana’. Naquele mesmo ano, participou da Bienal do Mercosul, em Porto Alegre (RS), e, com o nome ‘Ecos del MoMA’ recebeu o primeiro prêmio na Bienal Internacional de Arquitetura de Buenos Aires. Também integrou a individual Latin America Collection, exibida na Galerie 94 na Suíça, junto ao primeiro volume do livro A Collection of Latin American Modern Architecture,  editado por Lars Müller Publishers. O livro é um complemento ao projeto Latinitudes da presente exposição. Finotti está atualmente preparando um segundo volume desta série em que contemplará outras nove cidades, pelo qual ele acaba de receber uma bolsa da Graham Foundation de Chicago.

Leonardo Finotti nasceu em Uberlândia (MG), em 1977. Formou-se em Arquitetura em 2001 e cursou pós-graduação na Bauhaus Foundation, em Dessau, na Alemanha, entre 2003 e 2004. Decidiu dedicar-se exclusivamente à fotografia de arquitetura neste mesmo período, quando, morando em Portugal, foi convidado para fotografar o parque Tejo, em Lisboa, para o PROAP estúdio paisagem (de João Nunes e Carlos Ribas), que representaria o país na Bienal de Arquitetura de Veneza. Em 2007, durante as comemorações do centenário de Oscar Niemeyer, Leonardo Finotti desafiou-se em um projeto ambicioso: 100 anos, 100 fotos, 100 obras. A ideia era destacar as 100 obras mais representativos do mestre brasileiro e terminou com o mais importante arquivo de fotografia contemporânea de Niemeyer, com cerca de 200 edifícios filmados ao redor do mundo. Finotti está sediado em São Paulo (SP), com escritórios em Montevideo, no Uruguai, e em Lisboa, em Portugal. Ele contabiliza milhares de importantes registros de grandes nomes da arquitetura, no Brasil e no exterior, dezenas de exposições, nacionais e internacionais, premiações e publicações.

 

 

error: Para compartilhar esse conteúdo, use o link ou as ferramentas de compartilhamento do site da revista ÁREA e contribua para a valorização do jornalismo especializado.
X
X