Eventos

Exposição em Curitiba apresenta peças produzidas a partir de resíduos da construção civil

Por novembro 26, 2019 Sem comentários

O projeto-piloto Obra & Arte apresenta o resultado de um ano de atividades e ressignificação do uso de materiais descartados da construção civil. Entre pendentes, luminárias, mesa de centro e poltrona, serão expostas 16 obras exclusivas feitas pelos profissionais do Coletivo ÔDA e outras quatro produzidas pelos colaboradores da A.Yoshii com a supervisão do Coletivo. A exposição fica em cartaz até 10 de janeiro, no showroom da construtora, no bairro Batel, em Curitiba.

A constituição do Obra & Arte teve início em novembro de 2018, com planejamento que contempla um de seus objetivos: a construção coletiva. A iniciativa foi proposta pelo Instituto A.Yoshii, braço de Responsabilidade Social do Grupo A.Yoshii, juntamente com o Coletivo.

Ao todo, cinco oficinas  foram realizadas em 2019 com colaboradores da A.Yoshii em Curitiba, ministradas pelo Coletivo ÔDA, que é formado por profissionais de design, arquitetura e artes de Curitiba e São Paulo. Doze funcionários, entre carpinteiro, pintor, pedreiro, encanador e armador, transformaram em mobiliário e peças decorativas restos de obras que iriam para o lixo. “Inicialmente interagimos com a apresentação de vídeos sobre design e arte em seus diversos formatos. Nos encontros que seguiram, produzimos as peças em conjunto e criamos uma conexão, uma sinergia, uma identidade de grupo, um pertencimento. Nos surpreendemos com o resultado, pois houve um interesse absoluto por parte dos voluntários em participar desta construção”, diz a coordenadora do projeto e integrante do Coletivo ÔDA, Ticiana Martinez.

O Coletivo ÔDA é formado por Ticiana Martinez, curadora de design e coordenadora do projeto; pelos designers Aline Volpato e Alberth Diego; pela arquiteta e produtora cultural Consuelo Cornelsen; pelo artista plástico Eduardo Bragança e pelo designer paulista Leo Capote, que foi especialmente convidado para participar do projeto e é uma referência no mercado.

O encanador de um dos empreendimentos em construção da A.Yoshii, Nelson Oliveira, passou a ver novas possibilidade para as sobras. Após criar uma poltrona com bobina e canos, pretende fazer novos objetos. “Eu entrei de cabeça neste projeto e não quero parar. Podemos criar peças novas com restos de obras que descobrimos que são recicláveis, e que às vezes achamos que não servem mais para nada, mas podemos fazer algo a mais. Agora vejo as coisas sob ângulos diferentes, tenho uma visão ampla do que dá para fazer com resíduos. A minha esposa também se inspirou e já começou a criar peças com o que sobra em casa”, conta Nelson.

 

 

 

Projeto piloto cria móveis e peças decorativas a partir de resíduos da construção civil

error: Para compartilhar esse conteúdo, use o link ou as ferramentas de compartilhamento do site da revista ÁREA e contribua para a valorização do jornalismo especializado.
X
X