Notícias

Escritório catarinense Osvaldo Segundo Arquitetos participa de exposição na Bienal de Arquitetura de Veneza

Projetos desenvolvidos pelo escritório catarinense Osvaldo Segundo Arquitetos serão apresentados na quarta edição da exposição de arquitetura bienal “TIME SPACE EXISTENCE”, durante a 16a Bienal de Arquitetura de Veneza, que inicia no próximo dia 26 de maio. A exposição apresenta uma ampla seleção de trabalhos de arquitetos, fotógrafos, escultores e universidades de todo o mundo, além de projetos realizados em cooperação com instituições e museus.

O escritório participa em conjunto com a Vasselai Incorporações e a Firmorama Design, escritório responsável pelo branding e identidade visual dos projetos, apresentando trabalhos desenvolvidos para a Vasselai, relacionando-os com o conceito da bienal que traz a discussão de arquitetura e projeto além da forma, materiais e construção.

A TIME SPACE EXISTENCE será realizada até o dia 25 de novembro em três locais: o Giardini Marinaressa, o Palazzo Bembo e o Palazzo Mora, onde estará a exposição do escritório Osvaldo Segundo Arquitetos, ao lado de quase uma centena de arquitetos e artistas de diversos países. Do Brasil, lá também estarão Sergio Duarte, do Rio de Janeiro, e Flavia Medina, de São Paulo.

“Somos idealizadores de uma arquitetura que abraça a cidade com novas experiências, espaços compartilhados e traços atemporais. O contemporâneo lado a lado com a cultura, o minimalismo contrapondo o tradicional, um apurado senso estético alinhado à função. Acreditamos em projetos que ultrapassam as barreiras do tempo e contam histórias com protagonismo, trazendo sentido à sua existência além do morar. Ambientes, formas, contrastes e texturas que atuam no cotidiano das pessoas com o objetivo de propor um novo olhar para as ruas e para o entorno”, conceitua o arquiteto Osvaldo Segundo, que comanda o escritório, com sede em Blumenau (SC). Na equipe estão também Fernando Vargas, Aliessa Sabadin, Martina Hasse Rebelo e Argemiro de Oliveira. “Trabalhamos como um time, pois acreditamos que os processos colaborativos tornam nossos projetos ainda melhores e mais completos. Nossa equipe é formada pela Vasselai Incorporações, empresa que desenvolve e executa as obras, e pelo Firmorama, escritório responsável pelo branding e identidade visual dos projetos. É desta forma, através da cocriação e da união de processos, que atuamos no desenvolvimento da cidade”, explica Osvaldo.

Para alguns, diz ele, trata-se de tirar uma ideia do papel e edificá-la no mundo real; outros preveem um novo traço no skyline. “Para nós, a arquitetura é pensada como elemento integrador, um movimento de transformação da sociedade que participa da sua evolução e contribui com o seu desenvolvimento, supre necessidades e possibilita a criação de maneiras de relacionar e aproximar pessoas de espaços. Mais do que formas e materiais, as experiências e diálogos atribuídos a um projeto são o seu verdadeiro legado, a concretização genuína do que acreditamos”, acrescenta.

Segundo ele, todos os processos e seus resultados ajudam a construir e aprimorar a percepção e conhecimento, criando um repertório que os possibilita trabalhar e desenvolver projetos dos mais variados. “É justamente a busca por novos desafios que permite a criação de nossa própria identidade, esta, formada pela soma de todas as experiências que tivemos. Assim como em nossa vida pessoal, a identidade ou personalidade de um escritório deixa suas marcas, seus legados e suas realizações”, destaca.

Bienal de Arquitetura de Veneza

A 16ª Exposição Internacional de Arquitetura acontecerá de 26 de maio a 25 de novembro de 2018 em Giardini e Arsenale e em vários locais em Veneza. A curadoria é de Yvonne Farrell e Shelley McNamara, do escritório irlandês Grafton Architects. O tema escolhido é  FREESPACE – espaço livre, que representa a generosidade e o senso de humanidade que a arquitetura coloca no centro de sua agenda, focalizando a atenção na qualidade do próprio espaço. A Bienal de Arquitetura de Veneza é presidida por Paolo Baratta.

A exposição FREESPACE será dividida entre o Pavilhão Central no Giardini e o Arsenale, incluindo 71 participantes. No Pavilhão do Brasil, acontecerá a exposição ‘Muros de Ar’, com 17 projetos selecionados pelo processo comandado pela Fundação Bienal de São Paulo, sob a curadoria dos arquitetos e urbanistas Gabriel Kozlowski, Laura González Fierro, Marcelo Maia Rosa e Sol Camacho. A amostra selecionada, dentre os 289 projetos inscritos, correspondem a expectativa da exposição de, segundo os curadores, apresentar respostas que lidem com as barreiras e os limites presentes nas cidades, expondo a indissociável necessidade de projetá-las.

São eles:

 

Boulevard da Liberdade – Corsi Hirano Arquitetos / São Paulo/SP
De onde não se vê quando se está (MAC) – Pedro Varella / Gru.a Arquitetos / Niterói/RJ
Do Plano ao Projeto: SESC Parque Dom Pedro II – Una Arquitetos / Plano Urbanístico desenvolvido por: Laboratório de Urbanismo da Metrópole- LUME da FAUUSP, Una Arquitetos, H+F Arquitetos e Metrópole Arquitetos / São Paulo/SP
Edifício Amata – Triptyque Architecture / São Paulo/SP
Escola sem Muros: Centro Cultural Jardim Damasceno – Tomaz Lotufo / São Paulo/SP
Farol da Maré – Pedro Évora / Rio de Janeiro/RJ
Instituto Brincante – Bernardes Arquitetura / São Paulo/SP
Moradias Infantis – Rosenbaum + Aleph Zero / Formoso do Araguaia/TO
Habitação estudantil UNIFESP, Campus Osasco – H+F Arquitetos / Osasco/SP
Parque Novo Santo Amaro V – Vigliecca & Associados / São Paulo/SP
Orla Marítima de Ilha Comprida – Boldarini Arquitetos / Ilha Comprida/SP
Pirajussara 5 – Libeskindllovet Arquitetos / Jansana, de la Villa, de Paauw, arquitectes / São Paulo/SP
Praça Infantil – Studio MK27 / São Paulo/SP
Projeto Centro Aberto – SP Urbanismo / São Paulo/SP
Sesc Ribeirão Preto – SIAA + HASAA / Ribeirão Preto/SP
Terreiro Oxumaré – Brasil Arquitetura / Salvador/BA
Travessias – sauermartins + metropolitano / Belo Horizonte/BH