Notícias

Empreendimento de Curitiba conquista a principal certificação de sustentabilidade do país

Por novembro 18, 2019 Sem comentários

O residencial de luxo ÍCARO Jardins do Graciosa, recém-entregue aos moradores em Curitiba (PR) acaba de receber a principal certificação de sustentabilidade do país. O empreendimento foi consagrado com a premiação nível Ouro do Green Building Council (GBC) Brasil Condomínio – o maior órgão que fomenta a indústria de construção sustentável no país.

Com a certificação, o ÍCARO Jardins do Graciosa torna-se o primeiro do país a receber o selo, além de ser o único empreendimento até o momento a conquistar o maior nível e pontuação no referencial GBC Condomínio. Para comemorar a conquista, a incorporadora AG7 foi convidada a participar da Conferência Internacional Greenbuilding Brasil, que será realizada entre os dias 25 a 29  de novembro, no Espaço Cubo Itaú, na Vila Olímpia, em São Paulo (SP).

O ÍCARO Jardins do Graciosa tem projeto arquitetônico de Arthur Casas.  De acordo com as diretrizes da certificação, atendeu 71 pontos em relação a categorias como o “uso racional de água”, “energia”, “materiais”, “requisitos sociais” e “inovação”. Entre os destaques da pontuação no residencial está o controle e gerenciamento de águas pluviais para irrigação e limpeza, o uso eficiente da água, o uso de fontes de aquecimento solar eficientes, a utilização de energia renovável a partir de painéis fotovoltaicos, o grande aproveitamento de ventilação natural e iluminação natural quatro vezes maior se comparado a empreendimentos convencionais, entre outros.

De acordo com a diretora da AG7, Andressa Gulin, a sustentabilidade é um dos pilares da incorporadora. “Estamos extremamente felizes com esse reconhecimento. Trabalhamos com excelência para atingirmos sempre os melhores resultados e assim, compartilhar conquistas como essas, contribuindo para criar um planeta mais saudável”, afirma.

Fotos: Eduardo Macários | Divulgação

error: Para compartilhar esse conteúdo, use o link ou as ferramentas de compartilhamento do site da revista ÁREA e contribua para a valorização do jornalismo especializado.
X
X