Notícias

Concurso desafia estudantes a criarem um painel urbano sobre ‘desigualdades sociais’

Por junho 1, 2018 Sem comentários

A quarta edição do concurso de design do Portal Projetar.org desafia estudantes de design, comunicação, arquitetura e áreas afins a criarem uma composição para uma empena cega explorando, de forma livre, o tema ‘desigualdades sociais’. Os participantes devem escolher uma empena real – paredes laterais sem aberturas de edifícios  – para abrigar suas propostas, e estabelecer um diálogo entre a composição e o contexto na qual ela será inserida.As inscrições devem ser feitas até o dia 9 de julho pelo site www.projetar.org.

Elementos recorrentes nas cidades brasileiras, as empenas cegas geram impactos negativos na paisagem urbana. É crescente a busca por formas de ocupação destes “paredões” vazios com elementos que tornem as cidades mais bonitas e inclusivas, como jardins verticais e arte urbana.

O objetivo deste “manifesto visual” urbano de grande escala é provocar a reflexão da população sobre os desequilíbrios da sociedade brasileira. Esta proposta foi inspirada no tema “Desigualdades, gêneros e comunicação” que norteia em 2018 os congressos da Intercom – Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação. O Brasil é um dos países com os maiores índices de desigualdade social do mundo, seja ela de ordem econômica, de gênero, étnica ou regional. A busca por mais igualdade passa, necessariamente, pelo conhecimento e pela discussão acerca do tema.

Podem se inscrever grupos de até dois estudantes brasileiros e/ou estrangeiros, devidamente matriculados em cursos de graduação em Design, Comunicação, Arquitetura e áreas afins. A taxa de inscrição é de R$ 80,00. Os trabalhos deverão ser entregues até o dia 16 de julho. O resultado será divulgado no dia 6 de agosto. Há premiação em dinheiro, certificado e publicação do projeto em revistas e blogs parceiros, como a revista ÁREA.

Um júri técnico avaliará as propostas inscritas. Conheça os jurados:

FABIO SALMONI

Comunicólogo pela ESPM e designer pela USP, já coordenou projetos de design e comunicação dos três setores e tudo que há entre eles, estimulando e acreditando na colaboração como ferramenta essencial para a inovação social.

MARCOS MININI

Minini cursou Design Gráfico na UFPR. Atuou em empresas de design e comunicação tais como Lumen Design, Master Comunicação e Brainbox Design. Desde 2015 é sócio da Aurora Branding. Realizou projetos para clientes como Ministério da Saúde, Banco do Brasil, FIESC, TIM, Embraer, O Boticário, entre outros. Tem trabalhos publicados em livros e revistas nacionais e internacionais. Recebeu prêmios e teve trabalhos selecionados em eventos como a Bienal Brasileira de Design Gráfico, Bienal de Cartaz do Irã, Bienal de Cartaz da China, Trienal de Cartaz de Sofia e Bienal de Design Gráfico de Moscou.

PRISCILA FARIAS

É designer gráfica, pesquisadora e professora na área de design. Possui graduação em Comunicação Visual pela Fundação Armando Alvares Penteado (1984), mestrado em Comunicação e Semiótica pela PUC-SP (1997) e doutorado pelo mesmo programa (2002). É editora do periódico científico InfoDesign – Revista Brasileira de Design da Informação, e membro do corpo editorial de outras publicações da área de design, no Brasil e no exterior.

X
X