Notícias

Concurso de arquitetura convida estudantes e recém-formados a proporem habitação de interesse social

Por agosto 6, 2018 Sem comentários

O 27º concurso de arquitetura do portal Projetar.org convida acadêmicos de arquitetura e profissionais recém-formados (um ano) a proporem uma habitação de interesse social no terreno onde estava localizado o edifício Wilton Paes de Almeida, no largo do Paissandú, em São Paulo, que desabou no dia 1 de maio deste ano em decorrência de um incêndio. As inscrições encerram no dia 20 de agosto.

Símbolo de um dos períodos de maior desenvolvimento do país e ícone da arquitetura moderna, o edifício foi inaugurado no final dos anos 1960 e estava ocupado por pessoas que não tinham outro local para morar desde 2015. “As condições de vida das cerca de 100 famílias abrigadas no edifício eram precárias, porém, de acordo com os próprios ocupantes, era ‘melhor que viver na rua'”, justificam os organizadores. Projetada pelo arquiteto Roger Zmekhol em 1961, a edificação fora  tombada pelo Conselho Municipal de Preservação do Patrimônio Histórico, Cultural e Ambiental de São Paulo (Conpresp) em 1992. O prédio era de propriedade da União e chegou a ser sede da Polícia Federal e do Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS). Era de propriedade da União desde 2002 e estava cedido à Prefeitura de São Paulo. A tragédia, que registrou vítimas fatais, provocou intensos debates sobre políticas urbanas habitacionais de patrimônio cultural e de gestão dos bens públicos. Clique aqui e confira a Nota Pública divulgada pelo Instituto dos Arquitetos do Brasil – Departamento São Paulo.

 

SOBRE O CONCURSO

A edificação proposta deverá abrigar 200 famílias e contemplar quatro diferentes tipologias de apartamentos. O objetivo é provocar a reflexão e a discussão dentre os futuros arquitetos acerca das condições precárias nas quais vive uma parcela significativa da população brasileira, e dos impactos desta situação nas cidades brasileiras.

Trata-se de um concurso de ideias, com processo totalmente on-line. Os projetos serão avaliados por um júri técnico, composto por Bárbara Felipe, docente do curso de arquitetura e urbanismo da Universidade Federal Rural do Semi-Árido (UFERSA) do Rio Grande do Norte; Caio Smolarek Dias, Mestre em Arquitetura com ênfase em paisagem urbana pela Politécnica de Milão (2010), sócio do Studio CSD, participa de equipe técnica que elabora Planos Diretores para municípios paranaenses, entre outros projetos, e sócio-fundador e idealizador do portal projetar.org; Felipe Sanqueta, formado em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade Positivo (UP) com extensão acadêmica na ETSAC – Corunha, Espanha, colaborador do escritório Marcos Bertoldi Arquitetos, em Curitiba.

A premiação inclui pagamento em dinheiro (R$ 2.300,00 para o primeiro colocado, R$ 1.700,oo para o segundo e R$ 1.000,00 para o terceiro) e publicação dos projetos vencedores em sites e blogs parceiros, como a revista ÁREA. Clique aqui e saiba mais.

 

Leia também: 

Estudantes gaúchos vencem concurso de ideias para suíte de motel no Rio de Janeiro. Próxima edição propõe uma habitação social

Concurso desafia estudantes a criarem um painel urbano sobre ‘desigualdades sociais’

Estudantes de arquitetura de Curitiba vencem concurso de ideias para um motel urbano no Rio de Janeiro

Estudantes de arquitetura do Sul são premiados por propostas de abrigo portátil

 

X
X