fbpx
Notícias

Balneário Camboriú vai sediar o Fun Museu, que aposta em cenografia e interatividade

Por fevereiro 21, 2020 Sem comentários

A cidade catarinense de Balneário Camboriú vai ganhar um museu que vai muito além da contemplação. No Fun Museu, com inauguração prevista para o dia 29 de fevereiro, os visitantes serão estimulados a interagir com as “obras de arte”. As obras, nesse caso, são criativos cenários elaborados especialmente para serem compartilhados via aplicativos, redes sociais e pela Internet. Sim! São 25 espaços “instagramáveis“, como têm sido classificados os ambientes que se revelam convidativos cenários para fotos e vídeos dos usuários do Instagram e de outras redes sociais.

“Nossa preocupação era projetar ambientes com o melhor acabamento, circulação e iluminação. Esses foram os cuidados iniciais pensando no resultado que o público visitante teria. Todos os cenários foram pensados a partir de temas envolvendo o mundo divertido e interativo da internet. Muita pesquisa e uma passada por diversos lugares do mundo nos inspirou e acabamos chegando ao resultado final”, conta a designer de interiores Josiane Silva, diretora de arte e cenógrafa, responsável pelo detalhamento e pela execução dos cenários.

A iniciativa de criação do Fun Museu é do jornalista e empresário catarinense Ricardo Ruas, sócio-fundador da Oficina das Palavras Inteligência em Comunicação, com sedes em Blumenau (SC), Itajaí (SC) e no Canadá. Ele esteve à frente desse intenso trabalho de pesquisa de tendências em espaços de referência mundo afora que durou cerca de seis meses. Dentre as referências estiveram o Museum of Meme, em Nova York; o No Filter Museum, na Áustria; e o itinerante O Museu Mais Doce do Mundo, já realizado em Lisboa, em Portugal, e no Rio de Janeiro e em São Paulo.

“O Fun Museu é o espaço para qualquer pessoa que esteja nas redes sociais frequentar”, afirma Ricardo. Segundo ele, a intenção é, também, oferecer capacitação para quem deseja atuar neste universo, realizando cursos e workshops que melhorem a relação das pessoas com as ferramentas digitais.

Cenografia nada efêmera

O desenvolvimento do Fun Museu representou um desafio para os profissionais envolvidos. Ainda que experientes na área de cenografia, era preciso inverter a lógica dos espaços efêmeros, criados para instalações temporárias. “O desafio foi desenvolver cenários que fossem resistentes ao tempo e à grande rotatividade de pessoas. É diferente de um projeto cenográfico desenvolvido para filmes, por exemplo, que é criado para durar, geralmente, apenas algumas horas”, conta Josiane Silva, que desenvolve cenários para filmes e sessões fotográficas desde 2010. Para ela, essa foi a maior dificuldade enfrentada nesse projeto: “criar um espaço cenográfico o mais real possível”.

Josiane contou com a assessoria dos seus parceiros arquitetos do APE03 Arquitetura no projeto do museu, que totaliza 450 metros quadrados de área. “Eles me auxiliaram na escolha de materiais, na volumetria e na ergonomia dos projetos”, detalha. A criação de marca e a comunicação interna são da Caza Comunicação. “Além disso, todo o trabalho de criação da agência e a direção do Ricardo Ruas foi fundamental. Acredito que um trabalho como esse é resultado de uma equipe engajada, criativa e audaciosa”, comemora.

 

Serviço

Fun Museu
Previsão de inauguração: 29 de fevereiro de 2020
Local: Rua Gaturamo, 63, Bairro Ariribá, Balneário Camboriú (SC)
Horário: de quarta-feira a domingo, das 14h às 22h
Ingressos: a partir de R$ 30 (gratuito para crianças de até seis anos acompanhadas de um adulto pagante; meia-entrada para pessoas de sete a 17 anos, meia entrada para estudantes acima de 18 anos e idosos, munidos com documento de comprovação)

O espaço terá ingressos diferenciados para diárias a fotógrafos e produtores de conteúdo.

 

Imagens: Divulgação Fun Museu 

 

X
X