fbpx
Notícias

Arquiteta Juliana Castro estreia como escritora com “Alma em movimento”

Por novembro 25, 2020 Sem comentários

A arquiteta e urbanista catarinense Juliana Castro materializa hoje um projeto muito especial: seu primeiro livro. A obra apresenta textos e desenhos feitos por ela, inspirados no “balançar” – característica de muitos dos seus projetos à frente da JA8 Arquitetura e Paisagem, sediada em Florianópolis (SC). Formada em Arquitetura e Urbanismo há 20 anos, ela é reconhecida nacionalmente pelos projetos de arquitetura paisagística que desenvolve, em diferentes escalas. Escrever um livro estava na lista de realizações da vida e, este ano, o projeto ganhou outra dimensão.

No livro “Alma em Movimento”, Juliana referencia desenho, arquitetura e espaço público. Ele foi concebido a partir de narrativas e das sensações que o movimento do balanço produz nas pessoas e que faz parte de suas memórias afetivas. Os relatos, complementados por seus desenhos e seus textos autorais, tratam de aspectos relacionados à composição dos espaços públicos urbanos, da relação humana com a natureza nas cidades e ainda da velocidade do cotidiano que imprime um distanciamento das pessoas com o lúdico.

“A escrita foi espontânea, sem compromisso, é algo bem pessoal. Mostrei o texto para a minha orientadora do doutorado no ano passado e ela me incentivou a materializar a publicação. Então segui com o processo”, conta Juliana, referindo-se ao doutorado “Interfaces das escalas de projetos no planejamento urbano”. Além da publicação editada pela Cais Editora, a profissional pretende desdobrar outras ações. Segundo Juliana, há um projeto de intervenção urbana envolvendo a criação e instalação de novos balanços em espaços públicos de Florianópolis. A ideia é espalhar esse movimento.

Traço e paisagem

Nas páginas do livro, a arquiteta revela seu traço.”Os desenhos do livro são todos meus. Fiz uma curadoria, resgatei alguns do passado. Tenho um caderno no qual desenho a grafite há 25 anos, são meus instrumentos preferidos de trabalho. Eles refletem minha relação com o objeto de trabalho”, conta.

Os balanços são elementos importantes para ela, e se constituem como memória, percepção, sensibilidade. Também a influenciam nas interações que provocam nos espaços públicos. É um diálogo que ela estabelece como gentileza para as pessoas que transitam pela cidade. Já não é de hoje. Em 2015 a arquiteta desenhou – junto com o Grupo Coletivos Criativos – o Balanço Ninho Ovo para Bienal de Design, realizada em Florianópolis (SC). É também de sua autoria o recém-premiado balanço Tempo, vencedor do primeiro lugar na categoria Design de Produto pelo Concurso Técnico do NCD edição 2020. Ambos os equipamentos estão localizados em alguns pontos de Florianópolis, de onde Juliana gosta de observar crianças e adultos se apropriarem do lugar, do balançar do corpo.

O livro será lançado hoje, 25, às 21h, com uma live no Instagram da Feira Flamboiã. E estará à venda, por R$ 48, no site da Feira Flamboiã até o dia 30 de novembro. A partir dessa data, o livro poderá ser adquirido diretamente com a JA8 Arquitetura e Paisagem.

 

Na Galeria, algumas páginas do livro Alma em Movimento (Fotos: Gabi Bresola / Divulgação) e a arquiteta Juliana Castro (Foto: Mariana Boro | Divulgação).

X
X