fbpx
Notícias

Arquiteta gaúcha vence concurso de design promovido pela Artemobili

Por novembro 17, 2020 Sem comentários

Banco Lagom é a peça criada pela arquiteta gaúcha Liana Armani, vencedora da primeira edição do prêmio de design promovido pela Artemobili. A iniciativa propôs a criação de um móvel a partir do uso predominante da madeira maciça e do MDF. Parte sofá, parte lounge, parte espaço de descanso, parte espaço de encontro, o banco foi planejado como uma resposta cuidadosamente pensada às mudanças na forma como vivemos, trabalhamos e nos relacionamos. Com total flexibilidade de uso e uma abordagem moderna ao design, o Banco Lagom pode ser considerada uma solução inovadora à medida que as linhas entre casa, lazer e local de trabalho se tornam cada vez mais fluidas.

“Essa é a base conceitual do Banco Lagom: um produto sustentável, com o equilíbrio ideal entre peças mínimas essenciais e componentes especiais”, pontua Liana. Ela explica que Lagom é uma palavra de origem Sueca, sem tradução direta para outra língua. “Significa ‘na medida certa’ em tradução livre. Nem demais, nem de menos. Carrega também o significado de uma alternativa sustentável ao consumismo extremo”, acrescenta.

Esse conceito representa bem a proposta de trabalho e o estilo de vida da profissional, formada há oito anos pela UFRGS. Por três anos, morou em Londres, onde atuou no segmento de arquitetura corporativa. “Lá, tive contato com uma outra forma de projetar, criar e pensar interiores. Além disso, foi um período de muitas viagens, que são minha maior inspiração”, diz. De volta ao Brasil, o que já era importante para ela, tornou-se assunto urgente: “as mudanças climáticas e nossa resposta e responsabilidade em atuar de forma sustentável”.

Foi dessa mistura que surgiu o Banco Lagom. “A oportunidade criada pela Artemobili de apresentação de um produto novo e a minha conquista deste prêmio são fundamentais para que essas mudanças aconteçam. Precisamos de novas respostas aos problemas atuais”, enfatiza. E complementa: “essa passa a ser, então, a principal linguagem na minha forma de fazer arquitetura e design de mobiliário: criar objetos e espaços que contenham o essencial, com equilíbrio e um olhar atento à sustentabilidade”.

Liana mantém escritório de arquitetura em Canela, na serra gaúcha, e vive com o marido, Tiago Lemos, filmmaker e fotógrafo, em uma cabana em meio à natureza, “valorizando as pequenas coisas”. Moram ao lado do terreno onde vão construir a casa dos sonhos. Eles apresentam essa rotina no canal Leve Acorde no Instagram. Clique aqui e confira.

O Banco Lagom será prototipado pela Artemobili e comercializado pela plataforma e-commerce da indústria. O vencedor receberá 2% de royalties sobre a venda dos produtos, conforme regulamento.

 

 

 

X
X